quarta-feira, fevereiro 08, 2017

Toxicidade das Tintas


Ultramarine - PB29 (pigment extracted from Lapis Lazuli or the synthetic form polysulfide of sodium, potassium, lithium or silver alumino-silicate)

O assunto surgiu na tarde de pintura. Esqueci o Azul Ultramarine e pretendia substituí-lo, pelo Azul da Prússia. O professor argumentou que a mistura de cores sairia diferente do pretendido e que  este azul é mais tóxico que o primeiro.


Prussian Blue PB27 (Ferric Ammonium, Ferrocyanide)

Fiquei curiosa quanto ao grau de toxicidade das tintas em geral  e seus efeitos no organismo e...Encontrei algumas informações em sites ( listados no final da resenha)
Além dos diluentes e das  das cargas tintas e pastéis apresentam toxicidade variável dependendo dos pigmentos contidos.


Sap Green -  PG7 (Polyclorinated Copper Phthalocyanine), Py83 (Disazo (Diarylide ) (Benzidine) Condensation)

Pigmentos são representados nas embalagens através de letras e números .
Existem dez códigos referentes à dez categorias básicas de pigmentos:

PY = Pigmento Amarelo
PO = Pigmento Laranja
PR = Pigmento Vermelho
PV = Pigmento Violeta
PB = Pigmento Azul
PG = Pigmento Verde
PBr =Pigmento Castanho
PBk =Pigmento preto
PW = Pigmento Branco
PM = Pigmento Metal.


Amarelo Nápoles - PW6 (Titanium Dioxide), PY1 (Monoazo Arylamide), PO6 (natural - 2- hydroxy-1, 4- naphthoquinone)

Todos meios coloridos que contém pigmentos derivados de metais pesados ( chumbo, cadmio, cobalto,cobre...) apresentam potencial de toxicidade. A deposição no organismo está associada à várias patologias  incluindo  potencial cancerígeno.
Informações sobre a composição dos meios coloridos devem constar do tubo, pote ou embalagem. Assim saberemos se a cor pretendida resulta da mistura de pigmentos menos ofensivos ou de pigmentos  puros e tóxicos.


Vermilion - PR170 (Organic; Monoazo; B.O.N. Arylomide)

Estes pigmentos podem estar presentes em vários tipos de tintas e pasteis, alguns de grande interesse artístico pelo poder de cobertura e opacidade.
Muitos são antigos e em desuso justamente pela toxicidade.
A indústria moderna substituiu vários. Geralmente as tintas que trazem a palavra matiz ou imitação (hue) após o nome substituem pigmentos tóxicos.
O nome comercial de uma tinta nem sempre corresponde a um único pigmento. Importante para determinar a existência de toxicidade é verificar esta composição.

 
Cadmium Red (Hue) - PY74 (Monoazo Arylide Arylamide), PR112 (Organic:Monoazo Naphtho)

Muitas cores conhecidas na atualidade resultam  da mistura de vários pigmentos  que substituem os antigos.
Por exemplo Cadmium Red Hue contém vermelho de toluidina que é menos tóxico que o cádmio original (altamente tóxicos) existente no Cadmium Red  embora menos opaco. Apesar disto PR112 é pigmento irritante para olhos e mucosas.


Cadmium Yellow (hue) - PY74 (Monoazo Arylide Arylamide)

Cadmium Yellow Hue não contém Amarelo de Cádmio, e geralmente é mistura do Arylide Yellow G  e do Arylide Yellow 10G, não tóxicos.
Azul Cobalto (cobalt blue - PB28)  pode conter o pigmento cobalto ou pode ser uma mistura de azul phtalo  azul ultramarino. 
Outra cor que pode resultar de mistura é o Azul de Cianina, possivelmente composto pela adição de Azul Ultramarino - PB29 e Azul Phtalo PB15



Raw Sienna - PR101 (Synthetic Anhydrous red iron oxide), PBK7, PY42 (Synthetic hydrated ferric oxide), PY74 (Monoazo Arylide Arylamide)(Monoazo Arylide Arylamide)/ Raw Sienna - PW6 (Titanium Dioxide), PY42 (Synthetic hydrated ferric oxide), PR101 (Synthetic Anhydrous red iron oxide), PBr6

É comum o uso de vários pigmentos mais baratos para simular uma cor  valiosa como Amarelo Cádmio -PY35Vermelho Cádmio PR108; pigmentos terrosos tradicionais  Ochre, Sienna, BurntUmber PBr7;  instáveis  como Carmim - NR4  e Rosa Madder -NR9  ou poluentes  a exemplo do Azul de Manganês PB33.
Alisarim Crimson ou Carmesim Alisarin (PR83) , por exemplo,  pode conter Violeta Quinacridone.
Também há  mistura de vários componentes químicos para substituir pigmentos reconhecidamente tóxicos em desuso - Vermelhão, Amarelo Nápoles Verde Esmeralda.
As combinações nos matizes (hue) são aceitáveis, embora a qualidade e comportamento em misturas possa ser discutível,  fugindo do padrão ao combinarmos cores feitas com pigmentos puros.


Antimony Trioxide


Pigmentos Altamente Tóxicos ( a serem mesmo evitados! ou manuseados com muito cuidado) 
  • Branco de Antimônio ou Branco 11 ( trióxido de antimônio)
  • Branco 10 ou Whiterite ( bário)
  • Branco sulfeto de Zinco ou branco 7 ( sulfeto de zinco)
  • Branco 5 ou Lithopone ( sulfeto de zinco)
  • Branco Floco, Branco Cremnitz, Branco 1 ou  Branco de Chumbo ( carbonato de chumbo)
  • Amarelo de Bário  ou Amarelo Limão, Cromato de Bário, Amarelo 31 (cromato de bário)
  • Matizes queimados - burtn ou raw umber  ( óxidos de ferro , silicatos ou dióxidos de manganês)
  • Vermelho, Laranja ou Amarelo de Cádmio ( sulfeto de cádmio, seleneto de cádmio)
  • Verde Cromo  (azul da Prússia e cromato de chumbo)
  • Laranja Cromo ou laranja 21 (carbonato de chumbo)
  • Laranja Mercadmium ou  Laranja 23 ( cádmio, mercúrio e sulfetos)
  • Laranja Molibdato ou Vermelho 104 ( chumbo e cromatos)
  • Amarelo Cromo - Limão Cromo, Amarelo Primrose, Amarelo 34 (cromato de chumbo)
  • Violeta de Cobalto ( arsenato ou fosfato de cobalto)
  • Amarelo Cobalto ( nitrato de potássio, cobalto)
  • Vermelho de Lítio ( sais de sódio, bário, cálcio e pigmentos azo)
  • Violeta Cobalto ou Violeta 14 ( cobalto e arsenito)
  • Laranja Molibdato ( cromato de chumbo, molibdato de chumbo, sulfato de chumbo)
  • Amarelo Nápoles, Amarelo de antimônio, Amarelo 41 ( antimônio de chumbo)
  • Amarelo de Estrôncio ou amarelo 32 ( cromato de estrôncio)
  • Vermelho Chumbo ou Vermelho 105 ( chumbo)
  • Sulfureto de Zinco
  • Amarelo de Zinco ou Amarelo 36 ( cromato de zinco)
  • Amarelo Real ou Amarelo 39 (arsênico)
  • Preto de Antimônio  ( sulfeto de antimônio)
  • Verde de  Scheele, Verde Schloss ou verde 22 ( arsenito)
  • Verde Esmeralda, Verde Paris, Verde Viena ou Verde 21 ( arsenito)
  • Verde Cromo, Verde Milori, Verde Prussia ou Verde 15 ( cromatos)


Zinc White - PW4 (Inorganic: Zinc Oxide)

Pigmentos Moderadamente Tóxicos (evitados se  possível)
  • Alizarin Crimson ( carmesin alisarina)
  • Preto Carbono
  • Azul Cerúleo (estanato de cobalto)
  • Azul e Verdes Phtalo ( ftalocianina de cobre)
  • Vermelho e Amarelo Toluidina ( pigmento azo insolúvel)
  • Viridiano ( óxido cromico hidratado )
  • Branco de Zinco ( óxido de zinco)


Viridian - PG7 (Polyclorinated Copper Phthalocyanine)

Pigmentos  Moderadamente Tóxicos  -  por contato prolongado, ingestão ou inalação.
  • Amarelo Cádmio ou Amarelo 37 ( cádmio)
  • Amarelo Cobalto, Aureolin ou Amarelo 40 (cobalto)
  • Laranja Cádmio ou Laranja 20 ( cádmio)
  • Vermelhão, Vermelho Cinnabar ou Vermelho 106 ( sulfureto mercúrico)
  • Vermelho Cádmio ou Vermelho 108 ( cádmio)
  • Azul  Cobalto , Azul real, Azul 28 (estanato de cobalto)
  • Azul Antuérpia ou Azul 27 ( compostos de cianeto)
  • Verde  Cobalto ou Verde 19 (óxidos de cobalto, zinco e alumínios calcinados)
  • Verde Óxido de Cromio, Verde Oliva, Verde Permanente ou Verde 17 ( óxido cromico)
  • Viridian , Verde Esmeralda ou Verde 18 ( óxido crômico)
  • Azul Manganês ou Azul 33 ( sulfato de bário, manganato de bário)
  • Azul da Prússia, Azul de ferro, Azul Milori, Azul de Bronze, Azul 27 ( ferrocianeto férrico) 
  • Violeta de Manganês, Malva Permanente ou Violeta 16 (pirofosfato de manganês e Amônio

Pigmentos  Moderadamente  Tóxicos  - por contaminação ou irritação  da pele.
  • Vermelho Lake R , Vermelho Lithol ou Vermelho 49 ( ocasionalmente bário solúvel)
  • Amarelo Níquel (Azo), Ouro verde, Verde 10 ( níquel)
  • Branco de Bário, Branco Fixo ou Branco 21 ( ocasionalmente bário solúvel)

Alizarin Crimson - PR83 (1,2-dihydroxyanthraquinone is an synthetic organic compound)

Algumas vezes o efeito proporcionado pelo pigmento é tão interessante que custa abandoná-lo. Contudo pelo bem da saúde devem ser rejeitados, se possível. Ou minimizados ao máximo no contato com Sistema Tegumentar (pele, cabelos, unhas), Mucosas  e Sistema Respiratórios.
Igualmente eliminar a possibilidade de ingestão,  por contato direto com a boca, ou através de alimentos.
Naturalmente o risco é potencializado quando se trabalha um pigmento em pó , no preparo de tintas, sem as devidas precauções.


Titanium White - PW6 (Titanium Dioxide) , PW4 (Inorganic: Zinc Oxide)

Cuidados Básicos  Com Pigmentos Tóxicos.
  • Não misturá-los com alimentos, através de recipientes comuns,  do uso de bebidas e comida no estúdio.
  • Não levar pincéis ou utensílios de pintura à boca. Da mesma forma cuidar  com  mãos e unhas sujas de tintas e pastéis. 
  • Lavar muito bem as mãos após o manuseio dos meios de pintura ou desenho.
  • Usar luvas de látex ao pintar...Sim! Não é um exagero.
  • Usar máscara e óculos ( olhos tem mucosas, excelentes vias  de entrada para o organismo) quando manusear pigmentos em pó ou lixar superfícies pintadas. 
  • Pintar em ambientes com boa circulação para evitar o acúmulo de poeiras com partículas tóxicas e a inalação de vapores tóxicos seja das tintas ou meios diluentes.
  • Limpar paleta e recipientes com restos de tintas usando papeis absorventes ou panos descartáveis. O descarte de líquidos em pias ou vasos sanitários é altamente poluente para o ecossistema. Metais pesados contaminam rios  exterminando flora e fauna.
  • Usar máscaras  e luvas ao incorporar materiais e partículas às tintas.
  • Não usar os dedos ( sem proteção de látex) para esfumar.
* Solventes também são irritantes para pele, mucosas e Sistema respiratório. Existem soluções ecológicas ou retificadas, com odor menos intenso e menor potencial tóxico - mais caras. A substituição dos antigos  meios (para diluir ou acelerar secagem das tintas)  é benéfica para saúde. Inclusive existe alternativa para limpeza do material de pintura tradicionalmente feito com solventes.

** Tintas de maneira geral são constituídas pelas resinas, pigmentos, óleos, solventes e aditivos. Para que os pigmentos sejam misturados  e aglutinados devem ser incorporados em veículo (carga) apropriados. As cargas minerais mais comuns são carbonato de cálcio, agalmatólito, caulim, barita. As cargas sintéticas geralmente são carbonato de cálcio precipitado, sulfato de bário, sílica, sílico-aluminato de sódio.
Estas substâncias também não devem ter contato direto e/ou frequente com nosso organismo.

***A indústria brasileira considera todas as tintas a óleo como tóxicas vista que entendem óleo de linhaça refinado (processado a quente ) e conservantes como sub-produtos nocivos a saúde.

Fontes de pesquisa: Toxicity Of Pigments - From The Studio Caroline Roberts; Toxicity of Paints Pigments - Capitain Packrat; Labeling, Lightfastness and Toxicity - Handprint; The Color of Art Pigment Database, Arts creation; Astaquímica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário